Untitled Document
SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2024
25 de MARÇO de 2024 | Fonte: Agência Sebrae de Notícias

Com Semana Santa, negócios de alimentação aumentam opções de pratos com pescado

Não é de apenas chocolate que o comércio se sustenta durante a Páscoa. Nesta época do ano, acontece a chamada Quaresma, um período de 40 dias após a Quarta-feira de Cinzas em que os cristãos se dedicam à penitência e práticas caridosas, na maioria das vezes cortando o consumo de carne vermelha e, consequentemente, aumentando a busca por pratos com pescado. Dessa forma, empreendedores do mercado gastronômico, donos de restaurantes, feirantes e peixeiros utilizam a data para favorecer o negócio com a comercialização da proteína.

 

De acordo com dados do Sebrae e do Instituto de Pesquisa da Fecomércio (IPF-MS), a movimentação econômica da Páscoa nesse ano deve totalizar R$338,92 milhões em Mato Grosso do Sul, com um aumento de 26% no montante em relação a 2023. Dentre as atividades que desempenham um papel nessa movimentação, para 65,9% dos entrevistados, o peixe não pode faltar na compra para a comemoração da data, e entre as opções preferidas para o consumo, estão: Pacu (44,3%), Tilápia (32,7%), Pintado (23,5%) e Bacalhau (10%).

 

“Com relação a quem vai comemorar a Páscoa, nove entre 10 entrevistados vão passar o dia reunido com a família ou amigos e preparar uma refeição. Com essa expectativa de movimentação financeira, o empresário pode aproveitar para garantir um bom faturamento”, destaca o analista-técnico do Sebrae/MS, Paulo Maciel.



Untitled Document
Últimas Notícias
Militares que atuaram no RS ajudam a combater os incêndios no Pantanal
Homem morre em capotamento pouco depois de trocar pneu de caminhonete
Após morte , Fiocruz alerta para meningite transmitida por caramujo
Untitled Document