Untitled Document
DOMINGO, 05 DE DEZEMBRO DE 2021
28 de SETEMBRO de 2021 | Fonte: Ascom/IFMS

IFMS decide pelo retorno das atividades presenciais

Decisão começa a valer em 16 de outubro, porém a retomada das aulas em cada campus deverá considerar o cenário local da pandemia.
Câmpus do IFMS em Naviraí (Foto: Folha de Naviraí/Jr Lopes)

O Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) emitiu nessa segunda-feira, 27, a Decisão n° 298/2021, que revoga a suspensão das atividades presenciais a partir de 16 de outubro. Até lá, a instituição segue a retomada parcial e gradual das atividades presenciais, baseada na Decisão nº 186/2021.

 

De acordo com a nova decisão, a partir do dia 16 de outubro as unidades do IFMS poderão retornar com as aulas e atividades administrativas presenciais, desde que a unidade atenda os critérios estabelecidos nas “Diretrizes para retorno das atividades presenciais durante a pandemia”.

 

A reitora do IFMS, Elaine Cassiano, destaca que aulas práticas e teóricas já têm sido oferecidas em todos os campi, mas que o retorno presencial, com a nova decisão, deverá ser ampliado.

 

“Desde o meio do ano iniciamos um retorno gradual das atividades presenciais, porém agora, com o avanço da vacinação em adolescentes e a melhoria dos cenários da pandemia, seguimos a recomendação da Comissão e revogamos a suspensão das atividades presenciais, o que significa que de forma crescente e gradual podemos retomar nossas aulas presenciais”.

 

A retomada em cada unidade deverá ser decidida por seu dirigente, seja a reitora, no âmbito da reitoria, ou os diretores-gerais, nos caso dos campi.

 

Tais decisões devem estar amparadas pelas "Diretrizes para retorno das atividades presenciais durante a pandemia", elaboradas pela Comissão de Organização de Campanhas de Conscientização dos Riscos e Medidas de Prevenção ao Coronavírus, com colaboração do Comitê de Biossegurança do IFMS.

 

As diretrizes baseiam-se nos cenários de cada município avaliados no Programa Prosseguir, do Governo do Estado. Cada município recebe, periodicamente, uma classificação, seriada em cores, conforme a evolução ou regressão da pandemia, considerando número de casos, taxa de transmissão, ocupação de leitos hospitalares, entre outros fatores.

 

Para cada faixa de cor do Prosseguir, as diretrizes determinam qual porcentagem das atividades podem ser retomadas, assim como quais medidas de biossegurança devem ser adotadas.

 

Mesmo com o retorno, a decisão determina que as atividades não presenciais continuam sendo permitidas, quando justificadas ou quando o cenário não permitir a atividade presencial.

 

“O IFMS não parou e estamos trabalhando para voltar com segurança, mas temos plena confiança de que todo nosso esforço de seguir as recomendações de combate à pandemia, como a oferta de atividades não presenciais de ensino, desenvolvimento de pesquisa e extensão voltadas ao combate da Covid-19 e tantas outras ações, preservou nossa comunidade escolar”, destacou a reitora.

 

O presidente da comissão responsável por avaliar o cenário da pandemia e diretor de Gestão de Pessoas do IFMS, Pedro Rissato, esclarece como deve ser feito o retorno das atividades presenciais.

 

“O retorno das atividades ocorrerá de maneira parcial e gradual, para que todos possamos nos adaptar a essa realidade. Foram adquiridos vários materiais para que essa retomada aconteça da melhor forma possível, entre eles, materiais de biossegurança e de apoio digital pedagógico; além desses, existe um processo aberto para uma compra inicial de máscaras que darão suporte em um primeiro momento”, afirmou.

 

Prosseguir

Alguns dos municípios onde estão localizados os campi do IFMS já encontram-se em faixas mais avançadas no Programa Prosseguir, o que possibilita o aumento na quantidade de atividades ofertadas presencialmente.

 

No último boletim divulgado, Corumbá encontra-se na faixa amarela, melhor situação dentre todas as unidades.

 

Aquidauana, Coxim, Jardim e Nova Andradina estão na faixa laranja; já os municípios de Campo Grande, Dourados, Naviraí, Ponta Porã e Três Lagoas ainda seguem na faixa vermelha.

 

2022

Com a nova decisão do IFMS, a expectativa é que a partir do primeiro semestre do ano que vem todas as atividades da instituição estejam sendo oferecidas de forma presencial.

 

A previsão da pró-reitora de Ensino, Cláudia Fernandes, é que os aprovados para os cursos técnicos integrados, por exemplo, já iniciem o primeiro semestre letivo de 2022 em sala de aula.

 

“As atividades de ensino, pesquisa e extensão já estão em processo de retomada presencial e, de acordo com o cenário apresentado atualmente, os cursos serão ofertados 100% presenciais em 2022”, afirma.

 

O IFMS está  com inscrições abertas para 1.440 vagas em 11 opções de cursos técnicos integrados ao ensino médio oferecidos em Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Naviraí, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas. Saiba mais na página Seleção IFMS 2022.

 

Histórico

Em decorrência da pandemia de Covid-19, as atividades presenciais no IFMS foram suspensas em março de 2020 e, com isso, as aulas dos cursos ofertados pela instituição passaram a ser ministradas de forma remota.

 

Além disso, as atividades administrativas passaram a ser desempenhadas pelos servidores em sistema de home office, o que tem garantido o distanciamento social para o combate à propagação do novo coronavírus.

 

Em meados de 2021, com a melhoria no cenário da pandemia, passaram a ser permitidas aulas teóricas, práticas e de laboratório presenciais, dentre outras atividades que demandam presencialidade.



Untitled Document
Últimas Notícias
Com início da Série B adiado para o dia 12, Naviraiense treina para retornar a 1ª divisão
Prefeitura de Naviraí prorroga o REFIS 2021 até 20 de dezembro
Homem é morto a facadas ao pedir dinheiro para usuário de drogas
Untitled Document