Untitled Document
DOMINGO, 05 DE DEZEMBRO DE 2021
20 de SETEMBRO de 2021 | Fonte: Globo Esporte

Afastado do Athletico-PR, Jadson é procurado por times da Série B

Gestor do Londrina confirma ter feito sondagem, mas revela que meia de 37 anos tem convites de times que brigam pelo acesso. Jadson treina em separado no Athletico.

Afastado do Athletico, o meia Jadson avalia o futuro e pode rescindir com o clube nos próximos dias. O jogador foi procurado por clubes da Série B. O meia de 37 anos está fora dos planos do Furacão e treina em separado desde a semana passada - ele tem contrato até o fim deste ano.

 

Segundo o site NE45, o Náutico realizou uma consulta para avaliar uma possível contratação do meia.

 

O Londrina, que briga contra o rebaixamento à Série C, foi um dos interessados. A Série B tem limite de inscrições até 30 de setembro, daqui 10 dias. O staff de Jadson, portanto, precisaria ser rápido. O prazo para a Série A, ainda menor, acaba já na sexta, dia 24.

 

Tive uma reunião com Jadson. Tem convite de times que estão brigando para subir. Procuramos ele, o próprio Athletico, mas ele tem outros convites.

— Sérgio Malucelli, gestor do Londrina, em entrevista à rádio Paiquerê.

 

 

Malucelli não revelou times, mas a lista de times que brigam por acesso à elite do futebol brasileiro é longa. Coritiba (48 pontos), Goiás (45), Botafogo (44) e CRB (41) formam o G-4 com 24 rodadas disputadas.

 

Abaixo, no top-10, estão Guarani (38), Avaí (37), Sampaio Corrêa (35), Náutico (35), Vasco (34) e Operário-PR (34). Faltam 14 jogos para o término na competição.

 

O afastamento de Jadson no Athletico se deu por uma questão técnica. A decisão veio do departamento técnico do Atlhetico, comandado por Paulo Autuori e William Thomas, e contou com a chancela da diretoria. O meia está treinando em horários alternativos no CT do Caju.

 

Jadson chegou a ser titular em alguns momentos no último ano, mas acabou perdendo espaço. A volta do jogador tinha o objetivo de ajudar mais dentro de campo, enquanto a diretoria gostaria que ele fosse uma referência para os jovens fora das quatro linhas, como aconteceu com o argentino Lucho González no final da carreira.

 

Em entrevista exclusiva para o ge, o ex-técnico do Athletico, António Oliveira, falou sobre a situação de Jadson. O português disse que não tinha nenhum problema com o jogador e que sempre deixou claro o papel do meia dentro do grupo.

 

- Sempre fui muito honesto com ele sobre a importância que um jogador pode ter dentro de um grupo de trabalho. Não se mede a importância somente dentro de campo, mas pelo que também pode agregar com a sua história, liderança – disse o treinador, que entregou o cargo há uma semana.

 

Revelado pelo Furacão, Jadson chegou para a segunda passagem no clube em outubro do ano passado para trazer mais experiência ao elenco. Foram 30 jogos e três gols nos últimos 11 meses. A última partida aconteceu na derrota por 2 a 1 contra o Cascavel, na eliminação do Athletico na semifinal do Campeonato Paranaense, no dia 8 de setembro.



Untitled Document
Últimas Notícias
Com início da Série B adiado para o dia 12, Naviraiense treina para retornar a 1ª divisão
Prefeitura de Naviraí prorroga o REFIS 2021 até 20 de dezembro
Homem é morto a facadas ao pedir dinheiro para usuário de drogas
Untitled Document