Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 24 DE FEVEREIRO DE 2020
23 de JANEIRO de 2020 | Fonte: Correio do Estado

Chuvas continuam até sexta-feira no Estado

Com a chuva de hoje, algumas cidades registraram estragos
Campo Grande registrou falta de luz e quedas de árvores durante a chuva - Foto: Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

Calor que tem feito nos últimos dias no Estado e que já estava incomodando o sul-mato-grossense foi amenizado graças a uma grande precipitação que atingiu Mato Grosso do Sul durante a madrugada desta quarta-feira (22). A boa notícia é que a nebulosidade deve durar até sexta-feira (24), amenizando o calor e aumentando a umidade do ar. 

 

Conforme previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), entre hoje e amanhã a nebulosidade aumenta no decorrer do dia e há possibilidade de pancadas de chuva e trovoadas isoladas, especialmente no oeste, norte e nordeste do Estado. A Defesa Civil e o Inmet emitiram alerta para chuvas intensas por conta dos riscos com alagamentos e quedas de árvores e galhos. O comunicado do instituto tem vigor para todo Mato Grosso do Sul até às 23h e possibilidade de ventos intensos de 40 a 60 km/h.  

 

O que está possibilitando a precipitação, segundo o meteorologista Natálio Abrahão, é uma área de baixa pressão sobre o Estado com muita nebulosidade e instabilidade e que está centrada em Campo Grande. “Agora já está se afastando para leste e nordeste de Mato Grosso do Sul”, disse ele ao Correio do Estado. 

 

As temperaturas na Capital, de acordo com o Inmet, devem ter uma leve queda amanhã atingindo a mínima de 20º C e a máxima de 25º C. Na sexta-feira tempo será nublado com pancadas de chuva no norte. Já nas demais áreas o sol aparece entre poucas nuvens e as temperaturas aumentam significativamente. No sábado, o sol volta a aparecer e as nuvens começam a sumir. “Campo grande ainda há previsão de chuvas amanhã, mas final de semana será de sol e algumas nuvens”, completou Abrahão. 

 

Conforme previsão dele, a cidade de Dourados, no sul, deve ter chuvas isoladas amanhã, mas sol e nuvens no fim de semana. Em Três Lagoas pode chover entre hoje e amanhã, mas sábado e domingo de sol e calor.

 

CHUVAS INTENSAS 

De acordo com dados do meteorologista, em Campo Grande choveu 46,9 milímetros e com este volume de chuva uma série de estragos e incidentes na cidade.  Há registro de mais de quatro árvores caídas em algumas localidades como nos bairros Vilas Boas e Monte Castelo e no Teatro Glauce Rocha, onde uma árvore obstruiu a Avenida Costa e Silva. Os ventos chegaram a 48 km/h.

 

Segundo a Energisa, concessionária que atua na distribuição de energia em MS, os bairros Amambaí, Guanandi, Universitário, Chácara dos Poderes, Vila Albuquerque e Vilas Boas foram alguns pontos críticos de falta de energia por conta da chuva e os, pelos menos, 206 raios que caíram. 

 

Além disso, quatro carros e uma moto ficaram engavetados em acidente que aconteceu na Avenida Fábio Zahran com a Costa e Silva e um carro colidiu em um poste devido a baixa visibilidade, no bairro Moreninhas.

 

Maracaju, que teve o maior volume de chuva, atingindo 72 mm até o início da manhã de hoje, alguns pontos da cidade alagaram, além de enchente. Alguns municípios que tiveram grandes acumulados, segundo Abrahão, foram: Bela Vista (40 mm); Caarapó (45,6 mm); Jardim (36,6 mm); Jardim (47,8 mm); Bonito (36,2 mm); e Ponta Porã (64,4 mm). 

 

Aquidauana também registrou estragos na cidade. Segundo o jornal O Pantaneiro, várias residências em diversos pontos da cidade foram atingidas por fortes enxurradas durante a manhã e uma árvore de grande porte caiu em cima de um carro. Só no período da manhã foram registrados 65 mm de chuvas.



Untitled Document
Últimas Notícias
Escola de Música da UFMS abre 180 novas vagas para 2020
Athletico acerta com Rony para fechar venda ao Palmeiras
Prefeito Izauri recebe representantes do Simted e abre negociação salarial
Untitled Document