Untitled Document
QUINTA-FEIRA, 12 DE DEZEMBRO DE 2019
11 de MARÇO de 2019 | Fonte: FIEMS/DICOM

Aneel, Agepan e Energisa irão detalhar a composição da conta de luz

Evento servirá para os empresários tirarem dúvidas e entenderem melhor os diversos itens que compõem a tarifa mensal junto a representantes da Aneel, Agepan e Energisa.
Foto: Fiems/DICOM

Diante das dúvidas dos consumidores sobre os valores da conta de energia elétrica em Mato Grosso do Sul, a Fiems, Famasul, Fecomércio, OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil no Estado) e Assembleia Legislativa promovem, na quinta-feira (14/03), a partir das 8h30, no auditório da Escola Senai da Construção, em Campo Grande (MS), o painel “Como é Composta a Conta de Energia”.

 

O evento será uma oportunidade para os empresários tirarem dúvidas e entenderem melhor os diversos itens que compõem a tarifa mensal junto a representantes da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos) e Energisa. O painel será formado pelos presidentes da Fiems, Sérgio Longen, da Famasul, Maurício Saito, da Fecomércio, Edison Araújo, da OAB/MS, Mansour Elias Karmouche, e da Assembleia Legislativa, deputado estadual Paulo Corrêa (PSDB).

 

Além disso, também participarão o diretor-geral da Aneel, André Pepitone, o diretor de gás e energia da Agepan, Valter Almeida, e o diretor-presidente da Energisa, Marcelo Monteiro. Durante o painel, os representantes da Aneel, Agepan e Energisa detalharão a composição da conta de energia elétrica para os empresários, lembrando que para cumprir o compromisso de fornecer energia elétrica com qualidade a distribuidora tem custos que devem ser avaliados na definição das tarifas: energia gerada, transporte de energia até as unidades consumidoras e encargos setoriais.

 

Além da tarifa, a União, os Estados e as Prefeituras cobram na conta de luz o PIS/COFINS, o ICMS e a Contribuição para Iluminação Pública, respectivamente. Desde 2004, o valor da energia adquirida das geradoras pelas distribuidoras passou a ser determinado também em decorrência de leilões públicos. A competição entre os vendedores contribui para menores preços e, para fins de cálculo tarifário, os custos da distribuidora são classificados em dois tipos: Parcela A, que inclui a compra de energia, a transmissão e os encargos setoriais; e Parcela B, que consiste na distribuição de energia.

 

Entrevista coletiva

Antes do início do painel “Como é Composta a Conta de Energia”, às 8h30, os participantes estarão à disposição da imprensa para tratar de assuntos relacionados à conta de energia elétrica. A entrevista coletiva será realizada em sala anexa ao auditório da Escola Senai da Construção, quando os representantes do setor produtivo, bem como da OAB/MS, da Assembleia Legislativa, da Aneel, da Agepan e da Energisa, poderão responder os questionamentos dos jornalistas.

 

Serviço - A Escola Senai da Construção fica na Avenida Rachid Neder esquina com a Rua Caxias do Sul, no Bairro Coronel Antonino, em Campo Grande (MS)



Untitled Document
Últimas Notícias
CCJ confirma aprovação de projeto sobre prisão após 2ª instância
Governo adia mudanças no MEI para 2021
Avião desaparece no Chile com 38 pessoas
Untitled Document