Untitled Document
SÁBADO, 14 DE DEZEMBRO DE 2019
02 de MARÇO de 2018 | Fonte: Campo Grande News

UFMS apresenta ações para 2018 visando a se tornar “referência internacional”

Instituição prevê conclusão de obras e lançamento de novos empreendimentos, lança editais na área educacional e firma contratos de gestão com diferentes setores

A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) realizou nesta sexta-feira (2), em Campo Grande, evento para formalização de contratos de gestão entre diferentes setores da instituição, marcado tanto pelo inédito lançamento de editais em áreas como pesquisa, ensino e empreendedorismo como pela meta de, em 2018, finalizar obras em andamento e lançar novas construções na instituição.

Turine afirma que a meta da UFMS é se destacar nacional e internacionalmente. (Fotos: Marcos Ermínio)
Turine afirma que a meta da UFMS é se destacar nacional e internacionalmente (Fotos: Marcos Ermínio)

Os planos da instituição para este ano foram apresentados pelo reitor da universidade, Marcelo Turine, ao reforçar que a UFMS conta com R$ 4,8 milhões em seu orçamento neste ano para manutenção e obras de infraestrutura. “Desde 2016 não iniciamos obras novas, viemos apenas finalizando e arrumando o que já estava construído. Muitos prédios ainda não foram entregues”, afirmou o reitor.

 

Neste ano, disse ele, devem ser inaugurados o Teatro-Escola, em novembro, e serem concluídas obras nos setores de Nutrição e Medicina, que não foram finalizadas. A UFMS também pretende buscar recursos para a terceira fase das obras no restaurante universitário –dividida em quatro etapas.

 

Já as novas obras incluem as reformas do Moreninho e do Teatro Glauce Rocha, além de um food park na região do cineclube da universidade. Os planos incluem, ainda, a modernização de salas de aula. “O objetivo é tornar a UFMS referência nacional e internacional”, declarou Turine, ao lembrar que a universidade ganhou quase dois mil novos alunos no ano passado. “Isso mostra que a UFMS tem os melhores ensinos de graduação e pós do Estado”.

Gestores da universidade assinaram contratos visando a atingir metas administrativas
Gestores da universidade assinaram contratos visando a atingir metas administrativas (Foto: Marcos Ermínio)

Inédito – No evento desta sexta-feira, Turine anunciou o lançamento de 80 editais, totalizando R$ 24 milhões, para ações nas áreas de ensino de graduação e pós-graduação, pesquisa, extensão, cultura, inovação e empreendedorismo. “Trata-se de uma ação inédita. Nenhuma universidade do país tem esse tipo de ação visando a transparência”, pontuou o reitor.

 

O montante investido vem de recursos próprios da UFMS –por falta de recursos, a Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Ciência) aplicará R$ 130 mil do R$ 1 milhão pleiteado. Apesar de garantidos, os R$ 24 milhões estão abaixo de todas as ações desejadas para a instituição neste ano.

 

Além dos editais, o evento envolveu a assinaturas de contratos de gestão entre a reitoria da UFMS e seus pró-reitores, diretores e secretários da administração em geral. “Cada um deles deve olhar suas ações, apresentarem planejamentos estratégicos de tudo o que desejam fazer”, explicou Turine, reforçando que, entre as metas com o projeto, está também a transparência administrativa.

Vencedores em concurso de fotografia receberam premiação e certificados.
Vencedores em concurso de fotografia receberam premiação e certificados (Foto: Marcos Ermínio)

“Cada setor da universidade deve olhar suas ações, seguindo o planejamento para atingir os indicadores de desempenho da universidade”, prosseguiu o reitor.

 

Complementando a programação do dia, a UFMS também entregou a premiação aos 12 autores das 14 fotos que foram usadas no calendário de 2018 da universidade. O concurso para seleção das imagens teve 101 inscritos, com os vencedores recebendo um certificado e um prêmio por “mostrarem a beleza da UFMS, mesmo não sendo profissionais da fotografia”.



Untitled Document
Últimas Notícias
Sobrevivente do voo da Chape, Neto se aposenta aos 34 anos
Eventos esportivos movimentaram Naviraí do início ao fim do ano
Clima é favorável para safra de soja em Mato Grosso do Sul
Untitled Document